Textos


Em Outubro de 1980 Alfreed passeava
em seu cavalo sempre no mesma hora,e quando derrepente surge uma,
figura feminina em sua frente,como ele não esperava quase caí do cavalo.
Mas pra sua surpresa ,a mulher não deu um passo pra sair do lugar.

Alfreed ficou curioso e disse ei moça,
Saia daí eu quase te machuquei ,ou ou,
mas aquela figura feminina estava ali
imovel , mais parecia uma estátua...

Alfreed não entendeu enconstou o seu
Cavalo em uma arárvo.e foi virando aos poucos,e pra sua surpresa não tinha mais nada naquele lugar.ai ele
Procurou por tudo e nada.

Procurou marcas de alguma coisa pegadas e ficou ainda mais curioso.
Mergulhou em seus pensamentos um
Pouco. bom melhor sair daqui .

Descidiu sair ,subiu no cavalo as pressas,e foi enbora.mas algo o deixou intrigado...
Passaram-se alguns dias e lá se foi pra sua caminhada matutina,ao passar
novamente ali ele sentiu um arrepio e
Passou a observar o local cuidadosamente..em então tinha um 
Lenço no chão.mas ele olhou e saiu.


Afastou-se um pouco e ficou a observar de longe,viu alguém A aproximar do local pegou o lenço e puf
sumiu.ele saiu do esconderijo tarde 
Alfreed ficou zangado pois a figura mais uma vez o enganou enganou ele
Montou no cavalo e foi embora...

Passaram-se dois messes Alfreed tinha viajado pra europa.retornou cheio de saudades de tudo.entao foi ao celeiro ver as coisas.mas percebeu
algo estranho.sentiu um cheiro de sândalo almíscar...

Aqui não pode ser pensou .mas pra
Conferir deu uma volta por todo lugar.
Novamente retornou a casa . Edith sua funcionária disse,desculpe mas veio 
Uma senhora a sua procura .ele estava
Tomando aguá quase se engasga.

Que senhora, ah eu na verdade não a conheço,mas um meio estranha por 
sinal.
Ao falar assim Alfreed ficou curioso.
Saiu em seguida muito pensativo.
Foi até o lago e lá ficou muito tempo.




​​​​​​

 
F Bernardo
Enviado por F Bernardo em 30/09/2018
Alterado em 14/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr